Egito Antigo

Mistérios Antigos

Os antigos habitantes da Terra

Voltar
aos Apócrifos

A Biblioteca de Nag Hammadi

O Livro de Tomé o Contendor
(Tomé o Combatedor)


Tradução por: http://misteriosantigos.50webs.com

As palavras secretas que o Salvador falou para Judas Tomé, e que eu, Mathaias, escrevi enquanto andava, ouvindo eles falarem um com o outro.

O Salvador disse, "Irmão Tomé, enquanto você tiver tempo no mundo, me escute, e eu te revelarei as coisas que você refletiu em sua mente.

"Agora, como foi dito que você é meu gêmeo e companheiro verdadeiro, examine-se, e aprenda que tipo de ser você é, de que modo você surgiu, e o que você se tornará. Já que você será chamado meu irmão, não é adequado que você seja ignorante de si mesmo. E eu sei que você entendeu, porque você já percebeu que eu sou a sabedoria da verdade. Então, enquanto você me acompanhar, embora você seja em parte ignorante, você de fato já veio a saber, e você será chamado 'aquele que conhece a si próprio'. Pois aquele que não conheceu nem a si próprio não pode conhecer nada muito bem, mas aquele que conheceu a si próprio, conseguiu ao mesmo tempo compreender a natureza íntima do universo. Então, você, meu irmão Tomé, viu o que está obscuro para os homens, isto é, aquilo em que eles tropeçam ignorantemente."

Agora Tomé disse ao Senhor, "Portanto eu suplico que você me diga o que eu te pergunto antes da sua ascensão, e quando eu ouvir de ti sobre as coisas escondidas, então, que eu possa falar sobre elas. E é óbvio para mim que a virtude é difícil de realizar diante dos homens."

O Salvador respondeu, dizendo, "Se as coisas que são visíveis a ti são obscuras a ti, como você pode ouvir sobre as coisas que não são visíveis? Se as ações virtuosas que são visíveis no mundo são difíceis para você cumprir, como, então, você irá cumprir aquelas que pertencem à altura sublime e ao pleroma que não estão visíveis? E como vocês serão chamados 'iluminadores'? Neste sentido vocês são aprendizes, e ainda não adquiriram a altura da perfeição."

Agora Tomé respondeu e disse ao Salvador, "Conte-nos sobre estas coisas que você diz não estarem visíveis, mas que estão escondidas de nós."

O Salvador disse "Os corpos humanos vieram da mesma maneira irracional que os animais são produzidos, para habitarem no mundo visível, entre as criaturas que cobiçam criaturas. Os regentes dos céus, entretanto, que são criadores, não vivem como os seres que estão visíveis. Mas eles subsistem através da raiz própria deles, e são as colheitas deles que os nutrem. Já estes corpos visíveis se alimentam de substâncias que são similares a eles, e por dependerem de sustento estão suscetíveis à mudança. Agora, tudo o que é mutável irá decompor e perecer, e não há esperança de permanência para eles consequentemente, porque esse corpo é bestial. Então, assim como o corpo dos animais perece, estas formações também perecerão. Eles não derivam da relação como aquela dos animais? Se isto, também deriva da relação, como isto poderá gerar alguma coisa diferente de animais? Portanto, vocês são parvos até se tornarem perfeitos."

E Tomé respondeu, "Então, eu te digo, Senhor, que aqueles que falam de coisas que estão invisíveis e difíceis de explicar são como aqueles que atiram suas flechas num alvo à noite. Certamente, eles atiram as flechas deles como qualquer um atiraria - já que eles atiram ao alvo - mas não está visível. No entanto, quando a luz vem e afasta a escuridão, então o trabalho de cada um aparecerá. E você, nossa luz, ilumine, Ó Senhor."

Jesus disse, "É na luz que a verdade existe."

Tomé falou, dizendo, "Senhor, por que esta luz visível que brilha em favor do homem se ergue e se põem?"

O Salvador disse, "Ó Tomé abençoado, é claro que esta luz visível brilha em seu favor - não para que você permaneça aqui, mas sim para que você possa vir adiante - e quando todos os eleitos abandonarem a bestialidade, então esta luz irá se recolher para cima até sua fonte, e a fonte irá acolhê-la, por conta de seu bom trabalho."

Então o Salvador continuou e disse, "Ó amor insondável da luz! Ó amargura do fogo! Que arde nos corpos dos homens, e no âmago deles, inflamando neles noite e dia, queimando os membros dos homens, embriagando as mentes deles, e perturbando as almas deles. Que domina machos e fêmeas, dia e noite, que os instiga e atiça, secretamente e visivelmente. Pois os machos, quando são atiçados, perseguem as fêmeas, e as fêmeas perseguem os machos. Portanto é dito, "Todo aquele que busca a perfeição pela sabedoria verdadeira criará asas para si próprio para voar, escapando da lascívia que resseca as almas dos homens." E ele criará asas para si próprio para escapar de toda criatura visível."

E Tomé respondeu, dizendo, "Senhor, é disto exatamente que eu estou te perguntando, porque eu entendi que o que você diz é benéfico para nós."

Novamente o Salvador respondeu e disse, "Por isso é necessário que nós falemos para você, porque esta é a doutrina dos perfeitos. Se agora você deseja se tornar perfeito, você deverá observar estas coisas; senão, seu nome é 'Ignorante', já que é impossível para um homem inteligente conviver com um tolo. Pois o homem inteligente é perfeito em toda sabedoria. Para o tolo, entretanto, o bom e o ruim são indistinguiveis - de fato, o homem sábio será nutrido pela verdade e (Salmo 1:3) "será como uma árvore crescendo próxima ao riacho sinuoso" - vendo que há alguns que, embora tenham asas, precipitam-se sobre as coisas visíveis, coisas que estão longe da verdade. Porque aquilo que guia eles, o fogo, lhes dará uma ilusão da verdade, e brilhará neles com uma beleza perecível, e irá aprisioná-los numa doçura escura e cativá-los com um prazer perfumado. E ele irá cegá-los com lascívia insaciável e queimará as almas deles, e se tornará para eles como uma estaca cravada em seus corações, a qual eles jamais conseguem desalojar. E, como um bridão na boca, ele os guia de acordo com seu próprio desejo. E ele os algemou com correntes e prendeu todos os membros deles com a amargura da escravidão do desejo por essas coisas visíveis, que irão decompor, e mudar, e guinar por impulso. Eles sempre foram atraídos para baixo; ao serem mortos, eles são devorados pelos animais predadores de almas das regiões celestiais."

Tomé respondeu e disse, "É óbvio e foi dito, 'Muitos são os que seduzem aqueles que desconhecem o lugar de repouso da alma.'"

E o Salvador respondeu, dizendo, "Abençoado é o homem sábio que buscou a verdade, e quando ele encontrou, ele sossegou nela para sempre e não teve medo daqueles que queriam perturbá-lo."

Tomé respondeu e disse, "É benéfico para nós, Senhor, permanecermos solitários?"

O Salvador disse, "Sim, é útil. E é bom para vocês, porque as coisas visíveis entre os homens se extinguirão - pois o vaso (recipiente) de carne deles se dissolverá, e quando ele desintegrar-se eles estarão entre as coisas invisíveis, entre os seres que não são vistos. Então o fogo que operava neles será manifesto, e eles sofrerão por terem amado a conduta que tiveram enquanto estavam vivos. Após serem punidos, eles serão coletados de volta ao reino visível. Além do mais, sobre o invisível, aqueles que são cegos para as questões espirituais perecerão inevitavelmente, pois sem o ensinamento adequado eles se desencaminham pela preocupação por esta vida e pela ardência do fogo que os seduz. Somente um pouco mais de tempo e a habitação visível se dissolverá; então fantasmas punidores surgirão e os levarão, pois as almas insensatas vivem na depravação e terminam como os cadáveres nas tumbas, em dor e destruição."

Tomé respondeu e disse, "O que nós temos a dizer diante destas coisas? O que diremos aos homens cegos? Que doutrina nós devemos expressar para estes mortais miseráveis que dizem, "Nós viemos para fazer o bem, não a maldade," e ainda assim dizem, "Se nós nascemos através da relação entre macho e fêmea, como isso pode ser errado?"

O Salvador disse, "Realmente, quanto a esses, não os estime como homens, mas os considere como animais, pois assim como os animais consomem uns aos outros, igualmente, homens deste tipo consomem uns aos outros. Pelo contrário, eles são destituídos do reino eterno já que eles amam a doçura do fogo, e são servos da morte, e se precipitam para os trabalhos de depravação. Eles cumprem a lascívia dos pais deles. Eles serão jogados abaixo para o abismo, e serão afligidos pelos demônios da amargura por causa da natureza ruim deles. E eles serão açoitados para fazer com que se recuem depressa, tentando fugir para algum lugar distante em busca de segurança. Pois chegará o momento em que todos terão que deixar estes corpos mortais, mas muitos, ao invés de se prepararem com sabedoria e coragem, estarão em desespero. São esses que agora se alegram na poluição e na loucura dos prazeres carnais, por causa do desarranjo mental deles. Eles buscam se satisfazer sem perceberem a demência deles, achando que são sábios. Eles se apaixonaram pela beleza dos corpos humanos nos quais as autoridades os aprisionaram, porque são ignorantes. A mente deles está voltada para coisas mundanas, pois o pensamento deles está ocupado com os desejos deles. Mas é o fogo que irá queimá-los."

E Tomé respondeu e disse, "Senhor, o que poderá fazer quem for lançado para os demônios? Pois eu estou muito preocupado a respeito deles; muitos são os que os combatem."

O Salvador respondeu e disse, "Qual é a sua opinião?"

Judas - aquele chamado Tomé - disse, "É você, Senhor, quem convém falar, e eu escutar."

O Salvador respondeu, "Ouça o que eu vou te dizer e acredite na verdade. Tanto o que semeia quanto o que é semeado se dissolverá no fogo - dentro do fogo e da água - e eles serão aprisionados em tumbas da escuridão. Após um longo período, os frutos das árvores do mal aparecerão novamente e serão punidos, assassinados na boca de animais e homens instigados pelos demônios das chuvas, dos ventos, do ar e da lua que brilha acima."

Tomé respondeu, "Você certamente nos persuadiu, Senhor. Nós percebemos em nosso coração, e é óbvio que seja assim, e que sua palavra é suficiente. Mas estas palavras que você nos diz são ridículas e desprezíveis para o mundo, já que elas são incompreendidas. Então como nós podemos ir pregá-las, já que nós não somos estimados no mundo?"

O Salvador respondeu e disse, "Realmente eu te digo que aquele que irá ouvir a sua palavra e virar o rosto ou zombar dela, ou rir com malícia destas coisas, verdadeiramente eu te digo que ele será entregue ao regente que rege sobre todos os poderes como o rei deles, e ele o fará dar meia volta e irá jogá-lo do céu para o abismo, e ele será aprisionado num lugar escuro e estreito. Além disso, ele não pode virar-se ou mover-se por conta da grande profundeza do Tártaro, e da amargura enfadonha de Hades, que é constante. Quem quer que duvide disto que lhe foi dito não será perdoado de sua insensatez, mas será julgado. Quem quer que tenha te oprimido será entregue para o anjo Tartarouchos, que possui labaredas de fogo que os perseguem, e chicotadas de fogo que espirram um banho de fagulhas no rosto daquele que é perseguido. Se ele foge para o oeste, ele encontra o fogo. Se ele vira para o sul, ele encontra lá também. Se ele vira para o norte, a ameaça do fogo fervente encontra ele novamente. Não é possível para ele encontrar o caminho para o leste a fim de escapar para lá e ser salvo, pois como ele não o encontrou enquanto estava no corpo, não irá encontrar no dia de julgamento."

Então o Salvador continuou, dizendo, "Ai de vocês, ateístas, que não têm esperança de salvação, que confiam em coisas que desaparecerão!

"Ai de vocês que amam a carne e a prisão que irá perecer! Por quanto tempo vocês ficarão distraídos? E por quanto tempo vocês acharão que as coisas perecíveis permanecerão? Sua esperança está depositada no mundo, e o seu deus é esta vida! Vocês estão corrompendo suas almas!

"Ai de vocês dentro do fogo que inflama em vocês, pois ele é insaciável!

"Ai de vocês por causa da roda que gira em suas mentes!

"Ai de vocês sob o domínio da ardência que existe em vocês, pois ela irá satisfazer sua carne aparentemente, e destruir suas almas secretamente, e entregá-los para os demônios!

"Ai de vocês, prisioneiros, pois vocês estão presos em cavernas! Vocês riem! Com gargalhadas dementes vocês se alegram! Vocês não percebem sua perdição, nem refletem sobre suas circunstâncias, nem compreenderam que vocês habitam na escuridão e na morte! Pelo contrário, vocês estão embriagados com o fogo e cheios de ignorância. Sua mente está desordenada por causa da ardência que existe em você, e doce são para você o veneno e os golpes dos seus inimigos! A escuridão dominou você se passando por luz, pois você rendeu sua liberdade pela servidão! Vocês escureceram seus corações e renderam seus pensamentos à leviandade, e vocês preencheram seus pensamentos com a fumaça do fogo que existe em vocês! E a sua luz foi encoberta pela vestimenta de carne. Vocês adoraram os corpos que foram dados a vocês, embora eles sejam imundos e vocês foram capturados por uma esperança ilusória. Pois em quem é que vocês acreditaram? Vocês não sabem que vocês habitam entre aqueles que estão sob a escravidão e a maldição das autoridades do caos? Suas almas foram encarceradas, mas vocês acham que vocês desfrutam da liberdade! E vocês batizaram suas almas nas águas da escuridão! Vocês caminharam pelos seus próprios caprichos!

"Ai de vocês que habitam no erro, desatentos que a luz do sol, que julga e olha para baixo sobre o abismo, irá circundar todas as coisas para capturar os inimigos. Vocês nem notaram a lua, como noite e dia ela olha para baixo, vendo os corpos dos seus assassinatos!

"Ai de vocês que adoram intimidade com as mulheres e relações poluídas com elas! Ai de vocês sob o domínio dos poderes dos seus corpos, pois eles te afligirão! Ai de vocês sob o domínio das forças dos demônios do caos! Ai de vocês que divertem seus membros (corpóreos) com o fogo! Quem é que vai despejar uma umidade refrescante em vocês, para extinguir a massa de fogo de vocês, junto com sua ardência? Quem é que vai fazer o sol brilhar sobre vocês, para dispersar a escuridão em vocês, e eliminar a escuridão e a água poluída?

"O sol e a lua são divindades opostas que oferecem nutrição para os seus próprios membros, como fragrâncias distintas que permeiam o ar, e as almas, a terra e a água. Se o sol não brilhar sobre estes corpos, eles murcharão e perecerão, assim como as ervas ou a grama. Quando o sol brilha sobre eles, eles prevalecem e sufocam a videira do mal; mas se a lua prevalecer e a videira sombrear essas ervas, impedindo o sol de brilhar sobre todos os outros arbustos crescendo nas proximidades, e se ela se espalhar e florescer, ela sozinha herda a terra na qual ela cresce. E cada lugar que ela sombreou ela arruinou. Quando ela cresce, ela enfraquece a terra inteira. Isso agrada o demônio, pois ele teria sofrido aborrecimentos por conta das outras plantas até que ele as desraigasse. Mas a videira sozinha removeu elas e as sufocou, e elas morreram e foram consumidas pelo solo."

Então Jesus continuou e disse a eles, "Ai de vocês, pois vocês não receberam a doutrina, e aqueles que desejam recebê-la, sofrerão para pregá-la. Pois vocês os atormentarão, mas vocês se precipitarão para dentro de suas próprias armadilhas. Vocês os jogarão para os leões e os condenarão à morte diariamente, mas eles se erguerão da morte.

"Abençoados são vocês que possuem sabedoria prévia dos obstáculos e fogem de coisas fúteis.

"Abençoados são vocês que são maltratados e desprezados no mundo por conta do amor que o Pai tem por vocês.

"Abençoados são vocês que choram e são oprimidos por aqueles sem esperança de salvação, pois vocês serão libertados de toda escravidão.

"Zele e ore para que você não venha a estar na carne, mas de fato para que você venha para fora da escravidão da amargura desta vida. E ao orar, você encontrará repouso, pois você deixou para trás o esquecimento e a devassidão. Pois quando você fugir dos prazeres do mundo e das paixões do corpo, você irá receber descanso do benevolente. Você irá reinar com o rei, você se uniu a ele e ele contigo, de agora em diante, para todo o sempre, Amém."


O Livro de Tomé O Contendor Escrevendo Para os Perfeitos

Lembrem de mim também, meus irmãos, em suas orações:
Paz aos santos e a todos aqueles que são espirituais.

Revisado em 24/10/2017